segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Porque se fosses tu, eu deixava. Eu deixava que me sugasses a alma , que me quebrasses o sorriso e que me desses uma lágrima. Deixava-te o meu coração á porta, sem cartões e sem avisos. Deixava que tudo de ti me entrasse nos poros e que o teu perfume se fizesse também o meu.
Porque eu não quero uma paixãozita, um amorzinho, uma coisa qualquer, eu quero um amor bem cheio e inteiro, com tudo o que isso possa trazer de bom ou de mau, um amor que eu juro aceitar plenamente e inteiramente como se sempre fosse meu.
Eu aceito-o, ainda que eu não lhe tenha posto o olhar em cima, ainda que esse amor esteja a demorar, eu aceito-o antes de ele chegar e eu espero-o ofegante, como se tivesse corrido atrás dele. E só porque, se fosses tu, eu amava.

2 comentários:


  1. Boa tarde!
    Queria informar que alterei o link do meu blogue, e por isso os seguidores automaticamente deixaram de ter acesso. Já por isso, estou a enviar o novo link a todos os meus leitores, para que possam adicionar ou seguir de novo.
    http://palavras-sentidas-2013.blogspot.pt/

    Obrigado, e espero que gostem das alterações! Cumprimentos,

    ResponderEliminar