domingo, 27 de outubro de 2013

Vi qualquer coisa nestas ruas, nesta saudade eterna que a cidade parece deixar. Vi qualquer coisa, qualquer coisa nos passos misteriosos que o preto dá quando passa, e nos rodopios do perfume quando passam por perto. Dá-me aquela vontade de ficar e nunca mais sair daqui!
É como se perde-se o rumo sozinha e o encontra-se naquela avenida que é desenhada pelas árvores do parque.
Uma coisa é certa, este ambiente quase me curou o coração, quase levantou a minha alma e definitivamente mudou a minha vida.
E até já sinto, que deixei tanto de mim aqui e ainda tenho tanto para deixar, e há muito de mim neste vento, e este espirito apoderou-se de mim e juro que não o quero largar. De repente acho que sinto felicidade, não é inteira mas faz milagres...


 

1 comentário:

  1. Sinto saudades de post's teus...

    Espero que esteja tudo bem contigo.

    Beijinho

    ResponderEliminar